O quê fazer em Curitiba com pouco tempo

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Pra quem vem a Curitiba já avisamos: se quiser conhecer mesmo tudo que tem aqui, pode separar uma semana completa! Infelizmente geralmente os turistas ficam por 2-3 dias, se muito! Isso quando não é apenas 1 dia de parada pra seguir pra SC ou para o litoral. Que triste vir aqui e ficar 1 ou 2 dias apenas. Tem TANTO pra ver!

Mas tudo bem, 2 dias são melhores que 1, e separamos aqui um roteiro bem apertado de o que fazer em Curitiba em pouco tempo. Dividimos em Sábado e Domingo porque a maioria aproveita o final de semana pra vir, mas você pode aplicar essas sugestões em outros dias da semana tranquilamente.

SÁBADO

Parque Tanguá 

O Parque Tanguá é um dos preferidos aqui. Esse parque é muito diferente. É lindo a qualquer hora do dia e você pode visitar a parte de cima e depois a parte debaixo pra ver essa queda d’água. O pôr do sol aqui também é incrível, mas vamos deixar essa sugestão pro Jardim Botânico, já que é um clássico.

roteiro curitiba

O Tanguá foi construído onde eram 2 pedreiras desativadas, e foi um super aproveitamento de espaço em mais um parque lindo pra gente passear e curtir.

A entrada é gratuita e ele fica um pouco afastado da região central de Curitiba. Endereço: Rua Oswaldo Maciel, 97.

Ópera de Arame

Já que estamos no lado norte da cidade, vamos pra Ópera, que fica a apenas 5min. de carro do Tanguá. Se você quiser, pode ir a pé, mas realmente não aconselhamos. É um total de 1,5km e por ali tem muitas subidas. Não vale a pena  ir a pé e se desgastar já no começo do passeio.

A Ópera, vale lembrar, não abre nas segundas feiras. O espaço é realmente um Teatro, onde acontecem peças, concertos e festivais. Como o nome já diz, é sim toda de Arame e é uma construção incrível! Eles estão passando por toda uma revitalização, e teremos muito mais atrativos nesse local em breve. A Ópera fica colada à Pedreira Paulo Leminski, onde acontecem os shows grandões na cidade.

A entrada é gratuita, e lá embaixo tem um café bem bacana com almoço e exposições de arte. Endereço: R. João Gava, 970.

Unilivre

Seguindo o circuito parques, vamos pra Unilivre. Da Ópera pra lá são mais 5 minutinhos de carro.

A Unilivre ou Universidade Livre do Meio Ambiente, fica onde era também uma antiga pedreira (deu pra perceber que Curitiba era cheia de pedreiras, né?). Ali fica o Parque Zaninelli e a entrada é gratuita igual aos outros.

Endereço: Rua Victor Benato, 210.

Bosque Alemão

Seguindo o roteiro, vamos pro Bosque Alemão, que fica a mais 4min. de carro da Unilivre.

O Bosque Alemão talvez seja o que você vai demorar um pouco mais pra visitar, porque o que é muito legal nele é o caminho (mini trilha) com história do João e Maria contada em várias pinturas pela floresta. É muito legal para todos, e se for com criança então, tá feito! No final do trajeto tem uma casinha – da bruxa – com uma mini biblioteca e com contação de histórias em horários pré-definidos.

Bosque Alemão

Além disso, tem um portal de entrada, um pequeno mirante ao longo do caminho e um anfiteatro a céu aberto com uma confeitaria gostosa. É um parque muito legal pra visitar!

Aqui também a entrada é gratuita! Endereço: Rua Francisco Schaffer, s/n

Memorial Ucraniano

Última parada antes do almoço, mas vamos aproveitar para conhecer o Memorial Ucraniano. Este memorial fica no Parque Tingui, e acaba sendo o único real atrativo turístico deste parque. O complexo contém uma réplica da igreja ucraniana mais antiga do Brasil e uma pequena loja, ambos em formato da arquitetura Ucraniana. Na réplica da igreja tem uma pequena exposição permanente desta cultura.

Eles foram construídos em homenagem à comunidade ucraniana que veio pra Curitiba, e é um lugar legal para comprar as famosas pêssankas.

roteiro curitiba

Passeio gratuito também. Endereço: Rua Dr. Mba de Ferrante, s/n – Parque Tingui

Almoço e passeio em Santa Felicidade

Que quem está visitando a cidade gosta de conhecer o maior restaurante das Américas, o Madalosso. Na verdade são 2 Madalossos, o Velho de 1963 com 24 lugares e o Novo, de 1970 com 4.645 lugares!

Todo o bairro e, principalmente esta rua em questão, tem dezenas de opções de restaurantes. Para todos os gostos e bolsos. A maioria tem menu igual com frango, polenta, massas, risoto… comidinha italiana, com preço fixo e consumo livre.

Toda essa região tem várias lojinhas de artesanato, souvenir, loja de chocolate de Gramado (Floryball) e uma vinícola, a Durigan, que também vende frios diversos. É um passeio mais longo e pra descansar um pouco do passeio pelos parques.

O Madalosso fica na Av. Manoel Ribas, 5875, e abre todos os dias das 11h30 até às 15h e das 19h até às 23h.

Aqui embaixo deixamos o mapa com todo o roteiro citado acima:

Torre Panorâmica

Saindo do bairro de Santa Felicidade, vamos fazer uma paradinha na Torre Panorâmica. Aqui, todo mundo ainda fala “Torre da Telepar”, porque desde sempre foi esse nome, até mudar para Torre da Oi. Mas ninguém fala assim. Pra gente é sempre Torre da Telepar. #curitibanices

roteiro curitiba

Essa é uma parada bem legal porque temos vista completa da cidade, 360º em uma altura de mais de 100m. A entrada custa hoje R$ 5 (com opção de meia entrada) e ela abre de terça a domingo, das 10h às 19h.

Endereço: Rua Prof. Lycio Grein de Castro Vellozo, 191

Pôr do sol Jardim Botânico

Pra fechar o dia, ele, o mais esperado, o mais falado, o mais famoso: Jardim Botânico. Deixamos pro final do dia para você tentar pegar o pôr-do-sol. É claro que o horário disso vai variar conforme a época do ano em que vier. Tente chegar por volta de 17h30.

O Botânico fica bem fora de todo o circuito acima do dia. Então você vai demorar mais pra chegar lá, não estamos mais falando de pontos a 5 minutos de distância um do outro. Aqui, em trânsito ideal, são pelo menos 20 minutos. Pode contar uns 30 minutos, pra garantir.

Aproveite o restante do dia, visita a estufa, passeie pelos jardins, dê a volta na trilha do parque. A entrada é gratuita também.  O Jardim Botânico está aberto todos os dias das 6h às 20h no verão e até às 19h30 no inverno.

Aqui embaixo o mapada parte da tarde:

Noite na Vicente/Praça Espanha ou no Shopping Hauer

Pra noite Curitiba tem MUITA opção de bons restaurantes e bares, mas eu vamos deixar 2 sugestões aqui super curiosas e com comida barata: os restôs do Shopping Hauer, na Rua. Coronel Dulcídio ou as lanchonetes da Rua Vicente Machado e restaurantes e bares da Praça Espanha. Um ponto é bem próximo do outro e são quadras que tem um movimento inacreditável! Algo realmente curioso.

O shopping Hauer tem hamburgueria com burguer de R$ 10, tem comida mexicana, tem loja de vinho e frios, tem fish ‘n chips e mais algumas coisinhas.

Na Vicente também tem o mesmo burguer de R$ 10, tem o bar +55 (esse já mais refinado), tem container da Patagônia, tem comida árabe, tem pizza por pedaço, tem mais pra baixo um novo restaurante de porco, uma quadra pra cima já entramos na região da Praça Espanha e tem um AuAu (dog curitibano), tem o Entrecôte de Paris, tem sorveteria, tem bar de espumante, tem restaurante Espanhol, já tem o Lótus com seus drinks maravilhosos… é uma região pra todos os gostos mesmo! Tudo em uma mesma área, dá pra ir a pé de um pro outro, dá pra fazer realmente um tour gastronômico.

Aqui embaixo um mapa contendo o +55, o Entrecôte e o Lótus, como uma base máxima de distância entre tudo isso da Praça Espanha/Vicente Machado:

Domingo

Feirinha do Largo e Centro Histórico

Clássico de domingo, passe a manhã toda nessa área. A feirinha acontece apenas aos domingos e fica no Largo da Ordem, no coração do centro histórico. A feira começa às 9h, e sugerimos ir  cedo, porque fica lotada! Ali, além da feirinha, você poderá já ver todos os prédios históricos, a 1ª casa colonial de Curitiba, a Igreja do Rosário, o Palácio Garibaldi, o Museu Paranaense, a Mesquita, a Catedral e o Paço da Liberdade (um pouco mais pra baixo).

Tudo isso fica ali, pertinho. Dá pra visitar tudo (menos o Garibaldi) e é tudo gratuito. Sugerimos mesmo uma visita ao Museu Paranaense, e para comer não faltarão opções! Um lugar bem tradicional para visitar é o Bar do Alemão, ao lado do Memorial. É super característico daqui!

roteiro curitiba

Aqui embaixo o mapa só dessa região com alguns pontos citados pra você ter ideia da distância geral de tudo:

MON

Depois do almoço, outro ponto famosíssimo, o Museu do Olho. Ele fica no Centro Cívico e próximo ao Largo da Ordem, dá pra ir a pé. Mas não recomendamos fazer isso, pois você vai andar bastante na feirinha e centro de manhã, e ainda tem um Museu pra visitar. Melhor pegar um Uber/Táxi mesmo. São pouco mais de 2km de distância. 

O MON é um museu lindo e com exposições interessantes. É claro, o tempo de visita aqui vai depender muito do seu ritmo em museus e das exposições da data. As vezes tem mais salas abertas e ai né, demora mais.

O MON fica na R. Mal. Hermes, 999 e a entrada custa R$ 20 (com meia entrada). Funciona de terça a domingo, das 10h às 18h.

Bosque do Papa

Atrás, literalmente atrás do MON, fica o Bosque do Papa. É uma gracinha esse parque e o caminho entrando pelo MON é uma pequena trilha (calçada, fique tranquilo) que leva a uma mini vila polonesa. Assim como a homenagem aos ucranianos imigrantes, esse é uma homenagem aos poloneses. São várias casinhas, museu e tem uma loja também.

roteiro curitiba

Parque Barigui

Pra fechar o dia de passeios, deixo uma sugestão pra quem quer muito conhecer outro grande famoso de Curitiba, o Parque Barigui. Não é O passeio mais turístico, é mais um parque para os curitibanos fazerem exercício, além de sediar algumas feiras. Fica uma sugestão de um dos cartões postais da cidade também.

Aqui embaixo todo o roteiro citado do dia:

Tem MUITA coisa aqui mesmo, centenas de bons restaurantes, bares e docerias. N

Texto de Anna Martinelli

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email